Posts Tagged ‘vida’

É o tempo de uma gestação

novembro 9, 2013

Daqui a exatos 9 meses estarei em Toronto. Depois de muito pensar, fazer conta, chorar, desistir, ter raiva do mundo, etc resolvi que economizarei cada centavo e passarei minhas férias no Canadá. Isso só será possível porque Pauline irá me hospedar e minha madrinha me deu a passagem de presente. Será uma viagem para rever a cidade pela qual me apaixonei perdidamente. Também usarei esses 20 e poucos dias para ver se poderei voltar para ficar mais tempo. Tentar “sentir” se é isso mesmo que eu quero e o que preciso fazer, além de juntar dinheiro, para realizar esse projeto.

Controlar a ansiedade só não será mais difícil que economizar dinheiro. Os amigos que já me veem pouco me verão menos ainda porque as saídas serão reduzidas ainda mais. Esse também será um período para trabalhar a minha entrada do mercado de tradução. Meu curso termina em 3 meses. Passando na prova poderei dar início a essa nova fase da vida.

Meus seriados estão muito bem, bem abandonados. Não ando assistindo muita coisa. No máximo o que passa na TV. Assim mesmo tenho me dedicado mais a reprise de Água Viva que qualquer outra coisa. Doctor Who e Torchwood também tenho reassistido com frequência. Dos seriados novos somente The Blacklist tem prendido minha atenção. Comecei a assistir pelo James Spader mas estou curtindo a história, apesar da peruca horrenda da protagonista. Ninguém fazia perucas tão bem como em Alias. Também tenho acompanhado Pé na Cova. O texto do Falabella tem estado incrível. É uma série que me acalenta.

Emocionalmente tudo tem estado a montanha-russa de sempre. Sentimentos que prefiro não escrever, apenas guardar. A saudade do Fred está entre elas. Há momentos que esqueço o que aconteceu. Cheguei a quase separar um presente de aniversário para ele na livraria. Aí me dei conta. 

Não ando uma amiga muito presente também. Meu afilhado tenho visto por fotos. A vontade de sair de casa é quase nula. Um cansaço físico e emocional daqueles. Meu aniversário está chegando, são quase 36 anos nesse mundo, há momentos que acredito estar mais perdida do que nunca, há dias que acho que tudo está como deveria estar e devo ser feliz assim.

E que venha 2013…

dezembro 30, 2012

2012 não começou fácil. Por um momento eu estava quase desistindo de tudo e de todos. Aí Toronto surgiu na minha vida e vi minhas energias renovadas e a esperança voltou a fazer parte de mim. Me permiti sonhar e as coisas foram tomando um rumo além do esperado. Tenho muito que caminhar mas o que vivi nesses 3 meses no Canadá ninguém poderá me tirar. Amizades que fiz, lugares que visitei, coisas que sequer sabia que era capaz de fazer.

O curso de tradução é melhor, e mais complicado, que esperava mas continuo acreditando que finalmente encontrei um caminho. Porém voltar a Toronto está nos meus planos futuros. Cursos que gostaria de fazer, lugares que gostaria de visitar com mais tempo, amigos para rever. Enfim, o que posso dizer que estou muito grata por 2012. E espero que 2013 seja ainda melhor.

agosto 18, 2012

Lembram da canção que diz: “estou de volta pro meu aconchego, trazendo na mala bastante saudade”? Eu tô assim. Amigos que já passaram tempos fora de sua cidade e/ou país me falaram dessa sensação de “não estar onde deveria estar”. E que a readpatação vem com o tempo. Mesmo tudo isso tendo sido dito antes mesmo da minha ida, é só quando sentimos que sabemos exatamente como é. Estou feliz por está de volta mas ao mesmo tempo ainda estou apegada ao que deixei. É estranho ver que as coisas seguem seu rumo você estando ou não. E foram só três meses. Imagino quem fica fora por anos e anos.